24 de agosto de 2015

Todo apoio a greve na Mercedes em São Bernardo do Campo!

24/8/2015 - Por PSTU ABC
Hoje, mais uma dura batalha se inicia: os trabalhadores da Mercedes-Benz, em São Bernardo do Campo, decidiram pela greve por tempo indeterminado para resistir as demissões de cerca de 2 mil trabalhadores.

O clima da assembléia era de apreensão, mas também de muita disposição de luta. Seguindo o exemplo dos trabalhadores da GM de São José dos Campos, que após duas semanas de greve conseguiram reverter as demissões, os trabalhadores de São Bernardo também optaram pelo caminho da resistência.

A Mercedes vem demitindo trabalhadores desde o início do ano, mas, segundo o SMABC, desta vez a empresa pretende fazer um corte histórico, superando as 1200 demissões de 1995. Portanto o movimento também necessita de muita força e solidariedade e unidade da classe trabalhadora, que de conjunto será penalizada com essa demissão em massa.

Não podemos aceitar que os trabalhadores paguem por essa crise. É necessário uma greve geral que vá contra o governo e a oposição de direita, que derrube esse ajuste fiscal e pare as demissões.

Por isso dia 18 de setembro é dia de unificar as lutas, e ir para as ruas construir uma alternativa para os trabalhadores, para que possamos dizer em alto e bom som: "Não vamos pagar por essa crise".

Leia também: Mais demissões na Mercedes: trabalhadores irão à luta!

PSTU ABC