21 de novembro de 2013

Artigo: Pela revogação imediata dos supersalários em Jacareí

21/11/2013 - Os trabalhadores precisam de muita greve e mobilização para arrancar um aumento salarial entre 8% e 10%, como fizeram os metalúrgicos este ano. Já os vereadores de Jacareí estão rindo à toa desde o último dia 6, depois de terem aumentado os próprios salários em 58%.

Esse reajuste é uma afronta aos trabalhadores e à população. O pior é que foi o segundo aumento salarial que os vereadores deram aos seus salários em menos de oito meses.

Em março eles já haviam pegado carona no aumento concedido pela Prefeitura aos servidores municipais e embolsaram quase 7%. Assim, de um salário de R$ 5.113, em março, os vereadores passarão a receber R$ 9.300, um dos maiores salários da região. Isso sem contar as ajudas de custo com combustível, verba de gabinete e outros.

É inadmissível que os vereadores de Jacareí tenham voltado a impor um aumento absurdo, como já haviam tentado fazer em 2011, ignorando o clamor popular e tratando com tanto descaso os problemas da cidade.

Os supersalários trarão um impacto na folha de pagamento de quase R$ 500 mil por ano. É dinheiro público que deveria ser investido em saúde (que vive um caos em Jacareí), educação, moradia e melhorias nos serviços públicos em geral.

O PSTU defende a revogação imediata desse reajuste. Defendemos também o fim dos privilégios e que um vereador receba o mesmo salário de um trabalhador. É preciso ainda haver a revogabilidade dos mandatos, ou seja, se não servir aos interesses do povo, o vereador deve perder o mandato.

Nos últimos anos, o PSTU entrou com ações contra reajustes ilegais nos salários dos prefeitos de São José e Jacareí, bem como contra aumentos nos salários dos vereadores das Câmaras das duas cidades. Novamente, vamos questionar na Justiça os supersalários dos vereadores de Jacareí.

A população não admite mais esses salários escandalosos e reajustes constantes. Esse foi um dos recados das ruas nas manifestações que tomaram o país em junho.

A Câmara de Jacareí já foi palco de três protestos nos últimos dias e a pressão vai aumentar. A mobilização continuará até que os vereadores revoguem esse aumento imoral. Chega de farra com dinheiro público.


Toninho Ferreira, presidente PSTU de São José dos Campos

Artigo publicado no jornal O Vale, de 21/11/2013