24 de abril de 2017

Dia 28 é Greve Geral!

24/4/2017 - O Brasil vai assistir no próximo dia 28 de abril, a primeira Greve Geral no país depois de quase 30 anos. Por todo o país, trabalhadores de várias categorias já estão aprovando a paralisação total das atividades neste dia e comitês populares estão sendo formados nos bairros.

A paciência do povo se esgotou e tudo indica que vai ser uma grande mobilização. Os motivos não são poucos.

O Brasil vive hoje uma grave crise moral, política, econômica e social. A cada dia vêm à tona esquemas de corrupção que revelam que transformaram o Estado em um balcão de negócios a serviço de empresários e banqueiros. O povo pensava que elegia os governantes para representá-lo, mas na verdade o que esses políticos defendem são os interesses da Odebrecht, bancos e grandes empresas.

É esse governo e Congresso abarrotado de corruptos que têm a cara de pau de atacar brutalmente a aposentadoria, os direitos trabalhistas e as condições de vida dos trabalhadores.  É preciso rejeitar as reformas de Temer integralmente. Não podemos aceitar nenhuma negociação que retire direitos.

Nas ruas, nas lutas, é possível derrotar todos esses ataques e por pra fora todos eles. Chega de corruptos que governam para atender os interesses dos poderosos. O PSTU defende um governo socialista, que funcione através de Conselhos Populares, com os operários e o povo no poder.




Por Toninho Ferreira, presidente do PSTU de São José dos Campos e suplente de deputado federal

Artigo publicado no jornal O Vale, de 21/4/2017



Leia também: Operários e o povo no poder: organizar os de baixo para derrubar os de cima