27 de março de 2017

Sarau Mahin abordou luta contra o racismo com muita cultura e debate político

27/3/2017 - Teve apresentações de poemas, feira de livros, muito rap e discussão política sobre a questão racial. Foi assim a edição do “Sarau Mahin”, realizada no último sábado (25), na zona sul de São José dos Campos.

Organizada pelo Quilombo Raça e Classe e o grupo Drummond Punk, a atividade reuniu cerca de 50 pessoas, militantes de movimentos hip hop e de movimentos sociais da cidade.

A primeira edição do Sarau Mahin deste ano lembrou o Dia Internacional de Luta contra o Racismo, celebrado na semana passada (dia 21 de março), e o debate sobre a questão racial atravessou toda a atividade.

Foi uma noite de muita poesia. O rap, uma das mais fortes manifestações culturais da periferia, foi ponto alto do sarau, lembrando com muita força da necessidade da luta contra o racismo. A intervenção poética do grupo Drummond Punk contou com uma apresentação teatral e de poemas que animou a todos os presentes.



 “É na periferia que os trabalhadores e a população mais pobre sentem os efeitos dos ataques dos governos e é preciso organizar os de baixo para lutar contra esses ataques. Fazer o debate com uma visão de raça e classe, é assim que pensamos essa atividade e pretendemos realizar muitas outras”, disse Raquel de Paula, militante do Quilombo Raça e Classe e do PSTU.


Confira algumas imagens do Sarau Mahin (fotos Sérgio Koei):