21 de janeiro de 2015

Ação contra autor de samba sobre Pinheirinho tem audiência nesta quinta, dia 22

21/1/2015 - Nesta quinta-feira, dia 22, quando se completam três anos da desocupação do Pinheirinho, coincidentemente, também acontecerá uma audiência do processo por calúnia, difamação e injúria aberto pela juíza Márcia Loureiro, responsável pela reintegração de posse do Pinheirinho, contra o dirigente da CSP-Conlutas Renato Bento Luiz, o Renatão.

Renatão é autor do samba-enredo “Covardia Nacional”, que foi tema do bloco Acorda Peão, no Carnaval de 2012. O julgamento acontecerá no Fórum de São José dos Campos.

No processo, a juíza alega que foi pessoalmente ofendida pela música e que carros alegóricos do bloco faziam alusão a ela. No samba, a frase questionada pela juíza se refere à justiça em geral, pronunciada inclusive por Eliana Calmon, quando era presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Se condenado, Renatão pode pegar de 1 a 3 anos de prisão.

O samba é impessoal e não faz referência a um juiz em específico. A juíza quer calar qualquer voz que relembre aquela violenta desocupação. Este ano, quando o mundo inteiro protesta por liberdade de expressão, se faz necessário a solidariedade ao companheiro e à luta pela liberdade de expressão dos artistas do povo”, afirma Toninho Ferreira, presidente do PSTU de São José dos Campos e um dos advogados de defesa na ação.

Nos atos que relembrarão os três anos da desocupação do Pinheirinho, nesta quinta, levantaremos as bandeiras pela retomada imediata da construção das casas, pelo reajuste do aluguel social, pela indenização das famílias e também pela defesa de Renatão e da liberdade de expressão”, disse Toninho.



Confira letra do samba-enredo:

"Covardia Nacional”

A moradia é um direito constitucional
Atacaram o Pinheirinho, covardia nacional
Alckmin e Cury sujaram de sangue este chão
Promessa de casa é até passar a eleição

Sou vereador da situação
Fiquei quietinho, o Pinheirinho está no chão
Pinheirinho e estudante é um tormento
Se juntaram e derrubaram meu aumento

Desaproprie o Pinheirinho
Dilma vem pra luta agora
Pra mostrar a diferença dos tucanos
tá na hora

Prefeitura e a Justiça
Comando do batalhão
Mete bala em inocente
e liberta o ladrão

É Carnaval e o bandido vai pra farra
gastar a propina do Naji Nahas

Falou Eliana Calmon
Espalha rápido essa droga
Em São José já tem bandido de toga

Vai ter punição, isto é Brasil
Só que ela vem lá em 1º de abril

A moral desta gente não se mede
Dizia Cazuza: a burguesia fede