4 de dezembro de 2014

CSP-Conlutas faz prévias para formar chapa metalúrgica em São José dos Campos

4/12/2014 - Num exemplo de democracia operária, a CSP-Conlutas foi às fábricas metalúrgicas de São José dos Campos e região desde o início desta semana para que os trabalhadores escolhessem os nomes que vão compor a chapa que irá disputar a eleição sindical da categoria em 2015.

A proposta é que os integrantes da Chapa da CSP-Conlutas, a chapa do Sindicato, seja formada a partir de eleições prévias e assembleias por fábrica. Ou seja, a base decide desde já os nomes que querem ver na diretoria do Sindicato dos Metalúrgicos de São José e região, um dos mais representativos do país.

Nesta semana, foram marcadas eleições prévias na GM, TI Brasil, Avibras, Hitachi além de assembleias para escolha de nomes em várias outras empresas como Sun Tech, Latecoere, Schrader, Parker Hannifin e Wirex. Nas fábricas, com mais de um candidato, os trabalhadores fazem sua escolha por voto. Nas empresas com um candidato, o nome é colocado para aprovação em assembleia.

A iniciativa dos metalúrgicos de São José dos Campos é algo inédito no movimento sindical atual, em que parte dos sindicatos, que um dia já foram de luta, se afastaram totalmente da base, suprimiram a democracia e se tornaram entidades pelegas a serviço do governo ou dos patrões. Sem falar na esmagadora maioria de entidades no país que são apenas de fachada para sugar o Imposto Sindical ou verdadeiras máfias.

Garantir transparência e democracia também é a postura do Sindicato da categoria que deu início ao processo eleitoral, no último dia 27, com a eleição da Comissão Eleitoral, que vai organizar o pleito. Além da publicação de edital em jornal da região, a entidade também veiculou um anúncio na TV, garantindo uma ampla divulgação da assembleia. Os metalúrgicos compareceram em peso ao Sindicato e, com o salão de assembleias lotado, escolheram entre duas equipes. A equipe 1 obteve 97% dos votos.

Segundo Luiz Carlos Prates, o Mancha, da direção nacional da CSP-Conlutas, a participação dos metalúrgicos superou as expectativas. “As prévias permitem a construção de uma chapa muito mais democrática, forte e ligada à categoria. Fortalecer a organização da base e a democracia operária devem ser nossas metas permanentes, sempre buscando aprofundar esse processo, pois quem manda no Sindicato é a categoria”, disse Mancha.

As eleições do Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e região serão realizadas nos dias 24 e 25 de fevereiro de 2015. A inscrição de chapas será nos próximos dias 8 a 11 de dezembro.