11 de novembro de 2014

FALA TONINHO: Pela saída imediata do prefeito cassado de Taubaté Ortiz Júnior (PSDB) e seu vice Edson Oliveira (PTB)

11/11/2014 - O prefeito de Taubaté Ortiz Junior (PSDB) e seu vice Edson Oliveira (PTB) tiveram a cassação de seus mandatos confirmada na semana passada pelo TRE (Tribunal Regional Eleitoral), em decisão que foi publicada nesta segunda-feira, dia 10. Contudo, lamentavelmente, eles ainda seguem nos cargos.

A Justiça Eleitoral de Taubaté adiou para a próxima quinta-feira o cumprimento da decisão, à espera do prazo para recurso da defesa. Como os advogados de Ortiz e Edson já informaram que vão recorrer novamente da decisão e pedir efeito suspensivo, é possível que os dois continuem nos cargos até o julgamento.

Na prática, isso significaria que eles cumpririam todo o mandato, mesmo tendo sido condenados por duas vezes e com provas contundentes do envolvimento de ambos em corrupção. Uma situação absurda, que só prejudica a cidade e a população.

Taubaté vem sendo palco de escândalos de corrupção desde o governo anterior, de Roberto Peixoto (PEN). No caso atual, Ortiz Júnior e seu vice foram acusados ainda na campanha eleitoral.

Segundo denúncia do Ministério Público Eleitoral (MPE), aceita pela Justiça, Junior e Edson usaram a estrutura da FDE (Fundação para o Desenvolvimento da Educação), entidade vinculada ao governo do Estado, para obter apoio político e financeiro à campanha de 2012. Na época, o ex-prefeito Bernardo Ortiz, pai de Junior, presidia a Fundação.

Junior teria facilitado a atuação de um cartel para fraudar licitações da FDE. Em troca de 5% do valor de cada contrato, o tucano direcionaria os editais para que apenas as empresas participantes do esquema vencessem as concorrências.

É preciso exigir a saída imediata de Ortiz Júnior e seu vice! O povo de Taubaté, que já sofre com o caos na saúde, serviços públicos precários e falta de infraestrutura nos bairros, não pode continuar sendo prejudicado.

Não dá para confiar na Câmara de Vereadores, que nunca agiu de forma enérgica diante das denúncias desde o governo Peixoto, ou na morosidade da Justiça.

É com a mobilização que podemos exigir a saída imediata de Ortiz e de Edson da Prefeitura, seja com sua renúncia ou impeachment, a punição e prisão de corruptos e corruptores e a devolução de todo o dinheiro roubado aos cofres públicos!

O PSTU defende eleições já, pela construção de uma alternativa dos trabalhadores!


Publicado originalmente www.toninhopstu.com.br