17 de novembro de 2014

Aposentados e pensionistas farão protestos nas cidades da região

17/11/2014 - Aposentados e pensionistas ligados à Admap promoverão nesta semana vários protestos na região em defesa de aumento maior aos benefícios previdenciários e contra os ataques preparados pelo governo.

A ideia é fazer as manifestações em Caçapava, Jacareí e São José dos Campos, nos dias 18, 19 e 20, respectivamente.

Vamos distribuir milhares de jornais denunciando a atual situação do aposentado e expondo nossas reivindicações”, disse o presidente da Admap, Lauro da Silva.

Ataques
Encerrada a campanha eleitoral, voltamos à dura realidade. Passados poucos dias do anúncio do resultado das urnas, os brasileiros se deparam com uma série de ataques dos governos.

O pacote de maldades inclui aumento dos juros, reajustes da gasolina, luz e água e propostas de cortes nos investimentos sociais.

Para os aposentados, o governo deve manter a atual política de achatar o valor dos seus vencimentos, com reajustes que mal cobrem a inflação.

Para se ter uma ideia, desde a implantação do Real, em 1994, a desvalorização dos benefícios de aposentados e pensionistas que recebem acima do piso previdenciário chega a 81,5% em relação ao salário mínimo.

Isso significa que um segurado que se aposentou com valor acima do piso em 1994 precisaria ter um reajuste de 81,5% para que seu benefício tivesse hoje o mesmo número de salários mínimos daquela época.

Além de impor um benefício previdenciário cada vez menor, o governo prepara mini reformas que vão atacar direitos.

A pensão das mulheres, por exemplo, está na mira do Planalto, conforme revelou a imprensa, nos últimos dias. O governo pretende reduzir o benefício, que é concedido à companheira do segurado que vem a falecer.

Os trabalhadores da ativa também podem sofrer com mudanças, que, na prática, dificultariam o acesso à Previdência, em caso de acidentes ou doenças relacionadas ao trabalho. O Seguro Desemprego também poderá ser reduzido.

www.vozdoposentado.org.br