13 de agosto de 2014

Fala Toninho: O apagão das águas de Alckmin chega ao Vale


13/8/2013 - A crise hídrica vivida em cidades do Estado de São Paulo agora chega ao Vale do Paraíba. O alerta está dado: as represas que abastecem a Região Metropolitana do Vale correm o risco de secar antes do final do ano.

Se nada for feito, os reservatórios podem chegar a 1,8% da capacidade já em novembro próximo, antes do período das chuvas. Já começa a faltar água em alguns bairros de São José, situação de deve atingir toda cidade no próximo ano.

As quatro represas que abastecem as cidades da região (Paraibuna, Santa Branca, Jaguari e Funil) já estão operando em nível de alerta, com 21,8% da capacidade.

É verdade que nossa região está passando por um difícil período de secas. Entretanto, a gravidade da situação é responsabilidade do governo do PSDB que deveria ter tomado medidas preventivas desde 2003 para evitar problemas como esses, como alertaram especialistas.

Mas o fato é que, aos poucos, o governo do PSDB está transformando a Sabesp em uma privada, com a lógica voltada para o lucro, e não para o bem da população. Por isso, os investimentos na melhoria dos serviços não foram suficientes.

A população sempre sai perdendo quando um governo privatiza uma empresa pública, mesmo que seja uma privatização parcial, como acontece com a Sabesp. Está claro que a intenção do governo do PSDB é privatizar essa empresa por completo. Somos contra essa medida!

Defendemos uma Sabesp 100% pública, voltada para atender às necessidades da população, com mais investimentos e preservação ambiental!