11 de dezembro de 2013

Trabalhadores da Ambev entram em greve por PLR e melhores condições de trabalho

11/12/2013 - Os trabalhadores da cervejaria Ambev, em Jacareí, iniciaram uma greve nesta quarta-feira, dia 11. A paralisação ocorre em razão do impasse na negociação da PLR, contra o banco de horas e reivindicações de melhores condições de trabalho.

A greve teve início com os funcionários do segundo turno, que votaram a paralisação por unanimidade na tarde desta quarta.

Os trabalhadores querem uma antecipação da PLR no valor de R$ 2 mil ainda neste mês de dezembro e a fábrica se nega.

"Todos os anos a Ambev impõe metas exageradas por meio do PEF - Programa de Excelência Fabril, fazendo com que os trabalhadores nunca alcancem o estipulado. Com isso, nos últimos anos, os trabalhadores receberam apenas cerca de 40% do salário em forma de PLR, um valor irrisório para uma das maiores cervejarias do mundo", explicou o diretor do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria de Alimentação de Jacareí e região João Carlos de Oliveira Mota.

Ainda segundo o Sindicato da categoria, a empresa impõe um Banco de Horas ilegal na fábrica e mantém os trabalhadores sob risco de acidentes e mortes, com maquinários sucateados e um ritmo de trabalho alucinante.

"Tem linha que deveria rodar com 21 funcionários, entre operadores e auxiliares, mas está funcionando com 4 funcionários a noite inteira. O trabalhador opera quatro máquinas, o que é um absurdo", disse.

Tanto o PEF, como o banco de horas praticado pela Ambev estão irregulares, pois não têm o acordo do Sindicato e são impostos de forma arbitrária pela empresa.

Assédio e repressão
Conhecida como uma das empresas mais repressoras da região e que não respeita o direito de greve dos trabalhadores, a Ambev impediu trabalhadores de sairem da fábrica após o início da greve e tem assediado os funcionários.

"A Ambev está buscando trabalhadores em casa,embarcando funcionários até de helicóptero. temos informações de que a empresa providenciou até colchonetes e energéticos para que os trabalhadores fiquem dentro da fábrica", denunciou Mota.

A mobilização dos trabalhadores está contando com o apoio da CSP-Conlutas e de vários sindicatos da região, como metalúrgicos,

A Ambev é a maior cervejaria da América Latina e a quarta maior do mundo. Em Jacareí, a empresa possui cerca de 1 mil trabalhadores.