7 de novembro de 2013

Vergonha: vereadores de Jacareí aumentam próprios salários em 58% e vão embolsar R$ 9.300

Protesto contra tentativa de aumento em 2011
7/11/2013 - Enquanto a classe trabalhadora tem de lutar muito para conseguir de 8% a 10% de reajuste salarial, os vereadores de Jacareí estão rindo à toa. Em sessão relâmpago nesta quarta-feira, dia 6, os parlamentares do município aprovaram um super reajuste de 58% nos próprios salários.

Com isso, seus vencimentos passarão de R$ 5.885 para R$ 9.300 e vão gerar um gasto de mais de R$ 500 mil por ano, cerca de R$ 44,3 mil por mês.

Dos 12 vereadores que participaram da votação, nove votaram a favor. Foram contrários ao aumento Maurício Haka (PSDB), Edgard Sasaki (DEM) e Valmir do Parque Meia Lua (PSD).

Cara de pau
A mamata, aprovada numa sessão relâmpago de apenas cinco minutos, vai valer ainda este ano, devendo entrar em vigor assim que for publicada no Diário Oficial, dentro de 10 dias.

Os novos supersalários são uma afronta aos trabalhadores e à população de Jacareí que, em 2011, realizou protestos contra a primeira tentativa feita pelos vereadores de reajustar os próprios salários. A pressão e uma ação do Ministério Público barrou o reajuste aprovado naquele ano.

“É muita cara de pau os vereadores voltarem a insistir nesse aumento imoral. Esses políticos estão agindo contra a vontade da população expressa claramente nas lutas que sacodem o país desde junho. O povo não quer mais farra com dinheiro público”, afirma Toninho Ferreira, presidente municipal do PSTU.

“Vamos voltar às ruas e exigir que os vereadores de Jacareí voltem atrás nessa vergonha”, afirmou Toninho.
O PSTU também vai tomar as medidas judiciais cabíveis para anular o aumento.