20 de novembro de 2013

Novo protesto aumenta pressão sobre vereadores de Jacareí

20/11/2013 - A Câmara de Jacareí foi palco de mais uma manifestação nesta quarta-feira, dia 20, contra o aumento de 58% que os vereadores deram aos próprios salários. Os manifestantes ocuparam a galeria da Câmara durante a sessão e exigiram a revogação imediata do reajuste.

Foi uma sessão agitada. Com notas de dinheiro e moedas, os manifestantes protestaram e entoaram palavras de ordem contra os supersalários, questionando os vereadores presentes.

Trabalhadores da Guarda Civil de Jacareí também se manifestaram. Eles estão lutando por aumento de salário, adicional de periculosidade, seguro de vida e plano de aposentadoria.

Vereador cara de pau, eu quero aumento pra guarda municipal”, falaram os manifestantes em coro.

Foi o terceiro ato contra os supersalários. No último dia 13, o PSTU e entidades realizaram dois protestos, de manhã e à tarde, contra o salário de R$ 9.300 dos vereadores, que chegaram a antecipar o fim da sessão de Câmara para não enfrentar os manifestantes.

No final de semana, o PSTU distribuiu 10 mil panfletos denunciando a farra com o dinheiro público e chamando a população a aumentar a pressão sobre os vereadores.

A indignação da população é geral. Um salário de R$ 9.300 é muito para o que os vereadores fazem. São R$ 500mil anuais que deveriam ser gastos em saúde, educação, moradia e outras necessidades da população e não parar no bolso dos vereadores. Os vereadores deveriam ter o mínimo de consciência e voltar atrás nesse escândalo”, afirma o presidente municipal do PSTU, Toninho Ferreira.

Como já fez em anos anteriores, o PSTU vai entrar com uma ação judicial contra esse aumento vergonhoso nos salários dos vereadores de Jacareí.

E a mobilização continua. Na próxima semana, no dia 27, haverá nova manifestação na Câmara.

Os atos estão sendo organizados pelos sindicatos dos Metalúrgicos, da Alimentação, dos Correios, Petroleiros, Químicos, Municipais de Jacareí (STPMJ), Trabalhadores do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SindSaae), Admap, CSP-Conlutas, Coletivo contra o Aumento da Passagem, PSTU e PSOL.