19 de janeiro de 2015

Não ao aumento do busão: quinta-feira tem novo ato em São José dos Campos


19/1/2015 - A Frente de Luta pelo Transporte de São José dos Campos já marcou o segundo protesto contra o aumento da passagem de ônibus: será na próxima quinta-feira, dia 22, às 17h, em frente à antiga ocupação do Pinheirinho.

O novo ato foi marcado para coincidir com o aniversário de três anos do despejo das 1.800 famílias que moravam na antiga ocupação.

O aumento abusivo da passagem impede o direito de ir e vir da população. A violenta desocupação do Pinheirinho impediu milhares de famílias de terem acesso ao direito de moradia. Ou seja, são dois ataques que aumentam a exclusão social e impedem as pessoas de terem direito à cidade”, afirma Jéssica Marques, militante da Anel (Assembleia Nacional dos Estudantes Livre) e do PSTU.

Na convocatória do ato, a Frente de Luta pelo Transporte também lembra a luta das famílias do Banhado, que resistem contra a iminência de despejo ordenada pela Prefeitura (PT).

Amanhã vai ser maior
O primeiro ato contra o aumento da tarifa de ônibus levou cerca de 500 pessoas às ruas de São José dos Campos na última sexta-feira, dia 16. Convocada pela Frente de Luta pelo Transporte, a manifestação reuniu trabalhadores, estudantes ativistas dos movimentos sindical, popular e militantes em geral.

Com faixas, cartazes, bandeiras, apitos e muito batuque, os manifestantes saíram em passeata da Praça Afonso Pena e percorreram ruas do centro, entoando várias palavras de ordem. Todas exigindo a revogação do aumento da passagem, bem como outras medidas como o passe livre e a municipalização do transporte público.

“Se você paga, não deveria. Transporte público não é mercadoria” gritaram os manifestantes. Assim como outras mais irreverentes e bem humoradas, como “Dança Carlinhos, dança até o chão, aqui é o povo unido contra o aumento do busão” e “Ei, Carlinhos, vai pegar busão", que contou com grande aprovação da população que assistia a passagem dos manifestantes.

Na mesma sexta-feira, milhares saíram às ruas pelo país no Dia Nacional de Lutas Contra o Aumento das Passagens e a Repressão aos Protestos. Ocorreram atos em cidades como São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Recife, Fortaleza, Aracaju, Florianópolis, Vitória, bem como atividades em Porto Alegre, Manaus e Juiz de Fora.

A juventude e os trabalhadores estão demonstrando grande disposição de luta contra o aumento da tarifa e em defesa do direito a um transporte público, gratuito e de qualidade. É preciso seguir nas ruas contra o aumento da passagem e também contra os ataques do governo aos direitos da juventude e dos trabalhadores. Defendemos a revogação de todos os aumentos, Passe Livre já em todo o Brasil rumo à tarifa zero para a toda a população”, afirma Toninho Ferreira, presidente do PSTU de São José dos Campos e suplente de deputado federal.